quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

AGORA TÁ CERTO! O GOVERNO ENTENDEU O RECADO DE HENRIQUE ALVES, JOÃO MAIA E GARIBALDI FILHO…


 

RECURSO MENSAL DE INCENTIVO AO PROGRAMA DE AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE É REAJUSTADO PARA R$ 950,00

O recurso mensal de incentivo ao programa de Agente Comunitário de Saúde era de R$ 871,00 por agente, em 2012, agora foi reajustado para R$ 950,00. O aumento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (22/02/2013), por meio da Portaria 260/2013 do Ministério da Saúde.
O novo valor fixado pelo Ministério não é o piso salarial da categoria. Esse valor deve ser utilizado também para o pagamento de todas as despesas relacionadas aos Agentes. Esse é o motivo de algumas reivindicações desses profissionais, que defendem que o repasse seja integral para a remuneração.
A Portaria determina também que no último trimestre de cada ano será repassada uma parcela extra, calculada com base no número de Agentes registrados no cadastro de equipes e profissionais do Sistema de Informação definido para este fim, no mês de agosto do ano vigente, multiplicado pelo valor do incentivo de R$ 950,00.
Outra alerta refere-se exatamente a essa parcela extra. Ela é repassada anualmente no mês de dezembro, e é popularmente conhecida como 14º salário. Essa também deve ser utilizada para os custos relacionados aos Agentes Comunitários de Saúde, portanto, não constitui salário extra.
Para ver a íntegra da Portaria 260/2013, clique AQUI

RECEITA FEDERA LIBERA PROGRAMA GERADOR DO IMPOSTO DE RENDA 2013

A Receita Federal libera nesta segunda (25) às 8h o programa gerador da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2013. Para fazer o download, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal na internet, no endereço www.receita.fazenda.gov.br. Os contribuintes que entregarem a declaração no início do prazo, sem erros, e tiverem direito a restituição terão a chance de receber o dinheiro nos primeiros lotes, como informa a Agência Brasil.
O mesmo ocorre com as pessoas com idade superior a 60 anos, que terão prioridade em receber a restituição, em observância ao Estatuto do Idoso. O prazo para a entrega vai de 1º de março a 30 de abril. A declaração poderá ser feita pela internet ou em disquete a ser entregue nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil.
Estão obrigados a declarar os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$ 24.556,65 em 2012. O valor foi corrigido em 4,5% em relação ao ano anterior. A obrigação de declarar alcança também aqueles que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil.
A expectativa da Receita Federal é receber 26 milhões de declarações. Em 2012, um total de 25.244.122 contribuintes enviou a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física. A Receita publicou um passo a passo na internet que mostra os procedimentos para a entrega da declaração.

JOSÉ DIRCEU: ‘LEI DA FICHA LIMPA É COMPLETAMENTE ABSURDA’

O Ex-Ministro José Dirceu, condenado no julgamento do mensalão, surpreendeu uma plateia de aproximadamente cem militantes petistas de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, na noite desta quinta-feira(21/02/2013), ao criticar a Lei da Ficha Limpa:
— Criaram a Lei da Ficha Limpa, que é uma Lei completamente absurda. Porque ela retroagiu. No Brasil, pela Constituição, você só pode ser considerado culpado quando transitado em julgado na última instância… Só que, agora, vale na segunda instância. Até mesmo quando é na primeira instância, já está eliminado.
Dirceu disse não ter ficado ressentido por não ter sido convidado a fazer parte da mesa do evento em que o PT comemorou, anteontem, os dez anos de governos petistas, com a presença da Presidente Dilma Rousseff e de Lula:
— Eu me sinto bem por estar entre meus companheiros.
Nesta quinta-feira (21/02/2013), Dirceu voltou a criticar o STF por sua condenação a dez anos e dez meses de prisão.
— Foi um julgamento político — disse Dirceu.
O Ex-Ministro da Casa Civil voltou a dizer que o PT pretende “combater o monopólio da comunicação”. Para ele, esse será um dos objetivos da sigla nos próximos anos.
Fonte: O Globo

POSSIBILIDADES…

Uma conversa “muito boa”, de quase duas horas, em que o Ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, estrela maior do PT, sondou o Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), sobre seu projeto político-eleitoral para 2014.
Lula interessou-se em perguntar qual meu projeto em 2014, se seria candidato a Governador ou a Senador. Eu disse que estava muito cedo”, conta Henrique.
É a primeira vez que Henrique Alves admite que avalia – ou avaliará – a possibilidade de disputar um cargo majoritário no Rio Grande do Norte. Com onze mandatos de Deputado Federal, filho do Ex-Ministro e Ex-Governador Aluizio Alves, Henrique já disputou duas vezes, sem sucesso, a Prefeitura de Natal, em 1988 e 1992. Nos idos de 2000, foi Secretário do governo Garibaldi e pré-candidato a Governador e a Vice-Presidente da República, mas ambos os projetos não se concretizaram. Chegar ao governo do Estado é um sonho antigo dele e do falecido pai, tido como maior liderança política que o Estado já teve.
Apesar de admitir a Lula que poderá ser candidato a Governador ou a Senador, Henrique fez questão de frisar que está muito cedo para essa discussão. Em sua avaliação, o debate prejudica o RN. Nessa hora, ele defende a união das forças políticas do Estado, para aproveitar a oportunidade que o Estado tem com um Ministro no governo federal (Garibaldi Filho) e um Presidente de Poder.
Fonte: Marcos Dantas

DEPUTADO HENRIQUE EDUARDO ALVES SE ENCONTRA COM O EX-PRESIDENTE LULA

O Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, se encontrou com o Ex-Presidente Lula, em São Paulo. A visita de cortesia foi no Instituto Lula, na tarde desta sexta-feira (22/02/2013).
Na pauta, a repercussão sobre a eleição do peemedebista para Presidente da Câmara e, claro, política 2014.
Enviada ao blog pela Assecom do Presidente da Câmara dos Deputados.
Twitter: @HenriqueEAlves
Fotos: Ricardo Stuckert / Instituto Lula

“A UNIÃO DOS PARTIDOS E LÍDERES SE IMPÕE PARA GARANTIR A CONCRETIZAÇÃO DOS SONHOS E DAS ESPERANÇAS DO RN”, DIZ NOTA

Em nota oficial após encontro com os principais lideres dos partidos aliados do Governo Rosalba Ciarlini, o discurso foi de união. A reunião aconteceu na residência oficial do Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves e contou ainda com as presenças dos Deputados João Maia (PR), Ricardo Mota (PMN), o Senador José Agripino (DEM), o Ministro Garibaldi Filho (PMDB), a Governadora Rosalba Ciarlini (DEM), dentre outros líderes.
Eis a nota:
Nota oficial das lideranças dos partidos da base aliada do Governo do Estado.
Após reunião ontem (26/02/2013) à noite em Brasília (DF), lideranças políticas representativas dos partidos da base aliada à Governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), divulgaram a seguinte nota:
1 – Em nenhum outro momento de nossa história recente, tantos potiguares ocuparam funções cuja importância pudesse determinar mudanças estruturantes no processo de desenvolvimento do Rio Grande do Norte;
2 – Assim entendem e com esse pensamento estão comprometidos, o Ministro Garibaldi Filho (PMDB), o Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), o Presidente Nacional do Democratas, Senador José Agripino, o Deputado Federal João Maia (PR) e o Presidente da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte, Deputado Estadual Ricardo Motta(PMN).
3- Entendem que a união desses partidos e desses líderes se impõe para garantir a concretização dos sonhos e das esperanças do Rio Grande do Norte;
4 – Neste sentido, ficou decidido que todos os esforços políticos serão feitos em Brasília e em nosso Estado para que, efetivadas as adequações administrativas que se recomendem, o Governo Rosalba Ciarlini e o Rio Grande do Norte se beneficiem dessa oportunidade histórica;
5 – A Governadora Rosalba Ciarlini, por manifestação explícita, como é de sua formação democrática, aplaude a atitude dos partidos aliados. A Governadora determina-se às referidas adequações, por entender que, ao mesmo tempo em que otimiza a eficácia das ações governamentais, se garante o compromisso político desses partidos com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte;
6- Essas idéias serão levadas a todos os demais partidos que queiram caminhar no mesmo compromisso com o presente e o futuro do Rio Grande do Norte.
Ministro Garibaldi Alves Filho (PMDB)
Deputado Federal Henrique Eduardo Alves (PMDB)
Senador José Agripino (DEM)
Deputado Federal João Maia (PR)
Deputado Estadual Ricardo Motta (PMN)

“SOU RICA E INFLUENTE. NO BRASIL, SÓ POBRE E FAVELADO FICAM PRESOS”

Comerciante fura blitz da Lei Seca e é presa. Christiane Ferraz Magarinos foi autuada por embriaguês ao volante, corrupção ativa, coação, desobediência, desacato à autoridade e resistência à prisão.
“Neste País, só pobre ou favelado fica preso. Eu sou rica e influente”. Essas foram as palavras ditas pela comerciante Christiane Ferraz Magarinos, de 42 anos, após furar uma blitz da Operação Lei Seca, no Largo do Machado, e ser surpreendida pelos agentes na porta de casa, no Flamengo, na Zona Sul. Entretanto, o poder aquisitivo da comerciante – usado, inclusive, para tentar subornar os policiais que participavam da ação – não foi suficiente para livrá-la de seis acusações.
Os agentes realizavam a operação na Praça José de Alencar, na Rua Senador Vergueiro, quando Christiane passou em alta velocidade com seu Ford Edge e não obedeceu à ordem de parar. Os policiais a perseguiram por dois quilômetros e conseguiram abordá-la na garagem do seu prédio, na Rua Oswaldo Cruz.
No endereço, segundo os policiais, Christiane se desfez de uma lata e de uma garrafa de cerveja. Ao ser aconselhada a seguir para a base da operação para realizar o teste do bafômetro, ela entrou no carro e acelerou. Um dos PMs contou que teve que sair da frente para não ser atropelado. Em seguida, a comerciante argumentou que os policiais ganhavam mal e perguntou quanto seria necessário para ser liberada. Após receber voz de prisão, ela xingou o PM e o agrediu com um chute.
Encaminhada para a 13ª DP (Copacabana), a acusada teve que ser algemada devido ao seu estado alterado. Na delegacia, a comerciante continuou a proferir palavras de baixo calão. De acordo com a delegada Verônica Oliveira, Christiane contou em depoimento que sofre de depressão, está em tratamento e toma medicamentos de uso controlado. Durante exame no Instituto Médico-Legal (IML), ela contou que havia bebido cerveja.
Christiane foi autuada por corrupção ativa, coação no curso do processo, resistência à prisão, desacato a autoridade e desobediência. Os dois primeiros crimes são inafiançáveis.
Ainda de acordo com a delegada, um inquérito para atestar a embriaguez ao volante será instaurado. Imagens feitas durante a operação de câmeras de vigilância de prédios da Avenida Oswaldo Cruz serão solicitadas.
A comerciante deve ser transferida ainda nesta quinta-feira para uma carceragem feminina da Polícia Civil. Os advogados dela ainda podem recorrer a um pedido de liberdade provisória.
Esse é o segundo caso em menos de uma semana
No último dia 14, um caso semelhante ocorreu durante uma Operação Lei Seca, em Ipanema, também na Zona Sul. Cristiane Santos Magalhães, de 42 anos, foi presa após furar uma blitz que estava sendo montada na Avenida Vieira Souto. Ela atropelou o gari Clailton Lopes da Silva, de 40 anos, e feriu a mão do sargento Eduardo José, do 23º BPM (Leblon), que dava apoio à ação. Ela não prestou socorro e foi detida após tentar fugir. O gari sofreu uma luxação no joelho. A motorista foi autuada por lesão corporal e liberada após pagar fiança de R$ 1.200,00.
Agência O Dia

ADEPTA DO NATURISMO DÁ DICAS SOBRE AS 8 PRAIAS NUDISTAS OFICIAIS DO PAÍS

Praia de nudismo de Massarandupió, em Entre Rios, na Bahia
(Foto: Divulgação/Portal Brasil Naturista)
O Brasil tem oito praias de nudismo oficiais, filiadas à Federação Brasileira de Naturismo. A publicitária Carina Moreschi, de 31 anos, já esteve em todas elas. Adepta do movimento nudista desde os 16, ela é editora do portal Brasil Naturista, especializado [...]
Leitura completa e ver as imagerns CLIQUE AQUI
Fonte: blogmontanhasrn.wordpress.com 
 

GOVERNO DILMA E A PREVIDÊNCIA SOCIAL…

Fonte: Chargista Antonio Amâncio

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

CRÉDITO EMERGENCIAL PARA PRODUTORES RURAIS ATINGIDOS PELA SECA VAI ATÉ 28 DE FEVEREIRO

Encerra-se no próximo dia 28 de fevereiro o prazo para produtores rurais afetados pela estiagem no semiárido solicitarem crédito emergencial ao Banco do Nordeste (BNB). Desde julho do ano passado, o BNB já contratou mais de R$ 2 bilhões, junto a esse público. Os recursos foram distribuídos em 263.421 operações de crédito. Somente no Rio Grande do Norte, foram realizadas 20,6 mil operações, totalizando mais de R$ 160 milhões.
Especificamente para agricultores familiares, a linha FNE-Seca tem juros de 1% ao ano, prazo de pagamento de 10 anos, com até três anos de carência.
Os recursos operacionalizados pelo BNB destinam-se à recuperação ou preservação de atividades em Municípios em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional.
A maioria dos financiamentos foi destinada à agricultura familiar. Empreendedores urbanos e rurais não classificados como pronafianos também compõem o público desse programa.

“RETRATOS DA SECA” MOSTRA ANGÚSTIA DO PRODUTOR RURAL

Durante expedição foram encontrados  diversos "cemitérios de animais"
com centenas de ossadas expostas em terra quente (Foto: José Aldenir)
A seca que já perdura há um ano no Rio Grande do Norte, além das perdas materiais, está produzindo uma espécie de angústia coletiva nos produtores rurais. Da Região Central, sob a imponência do Pico do Cabugi, passando pelo Alto Oeste, por onde tradicionalmente a quadra chuvosa começa, até os Municípios que compõem a chamada tromba do elefante, na divisa com a Paraíba, todo pequeno prenúncio de chuva é suficiente para que os agricultores larguem tudo e empreendam uma corrida desesperada para preparar as terras que receberão as sementes de milho e sorgo distribuídos pelo Governo do Estado.
Para descobrir porque um problema secular como a seca continua sem solução, amarrando o Estado à vergonhosa dependência dos carros-pipa e liquidando com as reservas econômicas acumuladas por gerações de uma mesma família de produtores rurais, a Federação da Agricultura (FAERN) organizou uma expedição que, da última sexta-feira (22/02/2013) até domingo (24/02/2013), percorreu aproximadamente 1.200 quilômetros de rodovias federais e estaduais, embocando por estradas vicinais pedregosas, levando no ‘lombo’ mais de 40 jornalistas, entre repórteres, fotógrafos, cinegrafistas.
Durante estes três dias, começando sempre às 5 da manhã até o entardecer, milhares de fotos foram tirados, dezenas de depoimentos colhidos, horas de vídeo gravados, em uma expedição onde os profissionais de imprensa tiveram a liberdade de conduzir seus trabalhos com independência, sem interferências externas de Prefeitos, partidos ou políticos.
A única condição imposta pelo roteiro foi buscar propriedades produtivas com impacto direto na vida das populações, evitando os dois extremos da paisagem rural: os assentamentos rurais atingidos pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), de um lado, e os projetos irrigados com escala de exportação, de outro.
Desde o início ficou bastante claro que o objetivo da viagem se debruçaria nos efeitos da seca sobre produtores tradicionais, que efetivamente movimentam a economia agrária do Estado com a produção de leite e carne, e que estão perdendo tudo com a estiagem. E tentar explicar porque essa tragédia anunciada ocorre ciclicamente sem que as autoridades interfiram decisivamente para mudar essa realidade.
Postas as condições da expedição, a FAERN só estabeleceu rápidos contatos com as lideranças políticas nas Câmaras Municipais dos Municípios previamente agendados, mas a prioridade absoluta foi concentrada no roteiro de campo, no depoimento dos produtores, na visita às propriedades, na visão deprimente dos cemitérios de animais comuns em todas as regiões visitadas.
A primeira parada, na sexta-feira (22/02), foi Lajes, na região Central Potiguar, a 125 km de Natal, seguida de Angicos e Assu. No sábado, foi à vez de Apodi, no Oeste potiguar, terminando em Pau dos Ferros, na divisa com a Paraíba. Um dia inteiro para cada região, uma viagem relâmpago, é verdade, mas a única (e inédita) maneira de conseguir arrastar para fora das redações o maior número possível de Jornalistas.
Neste domingo, ao encerrar a expedição, após passagem por Caicó, o Presidente da FAERN, José Álvares Vieira, fez uma avaliação do que foi visto ao longo da viagem e com a voz embargada, admitiu: “Antes de pegarmos a estrada, eu esperava encontrar uma realidade um pouco diferente depois das últimas chuvas, mas não imaginava que as coisas estivessem tão ruins”.
Um das conclusões foi que, mesmo se restabelecendo neste ano, o que é uma possibilidade bastante discutível, uma década será necessária para recompor os estragos produzidos pela atual estiagem, cuja comparação com as grandes secas da história já deixou para trás vários eventos registrados nos últimos 50 anos.
A segunda conclusão da expedição, segundo a avaliação final, foi que a assistência técnica no campo, por parte dos órgãos competentes, deixa muito a desejar – não é profissional, sistemática e continuada e, quando ocorre, limita-se a uma visita, um cafezinho e só.
Ficou bastante clara também a decadência das propriedades rurais. Com a estiagem prolongada, os produtores perderam quase todos os empregados e encontram dificuldades, pagando R$ 50 reais de diária, até para conseguir alguém disponível para cortar o xique-xique que alimentará o gado magro que se equilibra sobre as patas.
A explicação para isso foi atribuída pelos produtores, em parte, ao efeito bolsa, que eles admitem ter trazido menos pressão nas relações de trabalho no campo, mas afastou os trabalhadores daquilo que eles deveriam mais prezar: o trabalho.
A outra conclusão veio da boca de Prefeitos que recepcionaram a expedição e que se queixaram da lentidão das ações do governo estadual no combate à seca, que se limitou a repassar os recursos federais sem se importar muito com a construção de um plano de prioridades. A falta de projetos articulados e as incertezas na Secretaria da Agricultura, ainda sob o comando provisório de José Simplício, foram lembrados.
O atraso com que o milho subsidiado dos estoques da Companhia Nacional de Abastecimento começou a chegar ao Estado também figurou entre as queixas dos produtores, que perceberam as dificuldades da Companhia no Estado em atender o crescimento vertiginoso no número de produtores cadastrados. De uma hora para outra, os carregamentos que chegavam com atraso eram disputados às vezes à tapa pelos produtores, afugentando muitos que precisavam desesperadamente do produto.
O preço pago pelo Programa do Leite, cujos pagamentos serão retomados agora com a abertura do orçamento, são considerados insuficientes pelos produtores, cujas produções despencaram no mesmo ritmo com que a produção de mel e castanha sumiram do cenário agrário da região Alto Oeste.
A impossibilidade de levar seus rebanhos de carreta para alimentá-los em pastagens de outros Estados, uma das conseqüências das barreiras levantadas por Pernambuco e Ceará ao atraso e a desorganização do RN no processo de controle da aftosa no Estado, também figurou entre as queixas, desta vez de produtores com rebanhos maiores.
A burocracia na concessão de crédito pelo BNB também recebeu muitas críticas dos produtores ouvidos pela Expedição, mas revelou o endurecimento das exigências do agente financeiro para evitar possíveis fraudes, ironicamente numa época em que os recursos para a seca encontram as menores taxas de juros da história.
Na área rural do Município de Pau dos Ferros, uma chuva de 90 milímetros no final da semana anterior animou o produtor Paulo Lucena Costa a pagar um tratorista do próprio bolso a R$ 100/hora para correr o arado por suas terras, preparando o terreno para o milho e o sorgo que começam a chegar por meio do programa de distribuição de sementes do Governo do Estado. Se não caírem novas chuvas nos próximos dois ou três dias, Lucena já sabe que o prejuízo é certo.
Foi com a mesma ansiedade que, no ano passado, os produtores conseguiram zerar os estoques de sementes, sem conseguir fazer com que nada germinasse. Sem forragem e energético para dar aos animais, quase todas as propriedades produtivas do Estado têm hoje seu próprio cemitério de animais e um curral onde os últimos esforços são feitos para salvá-los. Um ‘pronto atendimento’, como diz o produtor Francisco Sobrinho Soares, o Sobrinho do Açude, que acompanha pessoalmente a agonia dos animais que cruzam o seu cercado.
Aqueles que não respondem ao tratamento do Dr. Francisco, nas dependências de seu pronto atendimento, vão para ‘rede’, onde dois pedaços de madeira retirados de árvores e ligados por um lençol dão algum conforto às últimas horas do animal. Assim que morrem, praticamente pele e osso, eles são deixados num terreno próximo, onde os urubus e outros animais se banqueteiam.
A Expedição ‘Retratos da Seca’ encontrou diversos desses cemitérios. O maior deles tinha até o último domingo 170 ossadas e está localizado na Fazenda Pedrinha, de propriedade dos irmãos Nóbrega. O patriarca Raimundo Belo comprou a propriedade em 1964, dois anos depois de tê-la conhecido. Com cinco mil hectares, as terras extremamente pedregosas dali estão atualmente divididas em três propriedades, cuidadas pelos oito irmãos, todos vivendo de suas profissões fora e até em outros Estados.
Das 1.500 cabeças de antes da seca, no começo de 2012, o advogado Raimundo Nóbrega Filho, um dos proprietários, diz que não há mais do que 500 hoje, num dos casos onde o gado de corte predominou sobre a pecuária leiteira. Quando a seca começou, o dono dava palha de cana, depois passou para torta de algodão, milho e sal em proporções iguais e, por último, ‘cama de galinha’, uma pasta resultado do excremento da galinha, proibido pelo Ministério da Agricultura desde 2004, mas altamente energético.
“Se tem gente fumando crack, cheirando cocaína por que eu não daria cama de galinha para o meu rebanho?”, desafia Raimundo Nóbrega, que pensa em mover uma ação judicial por perdas contra o Estado por causa das barreiras levantadas por Pernambuco e Ceará ao trânsito animal do RN para aqueles Estados, ainda no ano passado. “Se foi o Estado que provocou essa situação por não trabalhar como deveria, acho ser meu direito exigir um reparo”, sustenta. Sem poder levar o rebanho para se alimentar fora dos limites territoriais, desde então a fazenda não faz outra coisa a não ser aumentar seu já populoso cemitério.
Questionado se pensa em sair da atividade, o advogado é taxativo: “Falando pelos meus irmãos, não. Agora, já gastamos tudo o que temos, daqui pra frente as coisas podem piorar e muito”, alerta. “São 30 anos de trabalho e isso não pode acabar assim de uma hora para outra”, completa.
Não muito longe dali, na Fazenda Alegre, onde o proprietário Paulo Lucena se apressa para dar destinos às sementes, aproveitando às chuvas da véspera, das 300 cabeças que mantinha até o começo do ano passado, hoje restam 100, quando muito. “Nunca gosto de fazer essa conta”, afirma.
Dos 350 quilos brutos de peso médio, seus animais mais saudáveis caíram para 100 quilos. “Desde então, o governo deste Estado não fez nada, nunca recebi um engenheiro agrônomo por aqui para nos ajudar”, reclama.
Na região que mais recebeu financiamentos do Banco do Nordeste (R$ 16 milhões das linhas especiais voltadas para a estiagem), Paulo Lucena não tirou um tostão, mas há um motivo: as terras ainda estão em nome do pai, o que dificulta o processo em relação a quem vai tomar o empréstimo. “Essa é a burocracia a que os produtores se referem”, explica Paulo Régis, Secretário de Agricultura, Abastecimento e Recursos Hídricos do Município.
Sofrimento dos produtores rurais pode aumentar
Os efeitos da seca no Rio Grande do Norte não pouparam nem os maiores produtores como é o caso do emblemático Antônio da Volta, ou Antônio Arruda da Cunha como é menos conhecido na região de Santana do Matos, o maior produtor de leite do Estado.
Com processos e manejos considerados sofisticados, Antônio da Volta come, dorme e vive por meio do negócio que tem 1.176 hectares e outras áreas arrendadas com um respeitável rebanho de 1.500 cabeças de gado, além de outras 1.500 com cabras e ovelhas. Diz o proprietário, que vive e trabalha na propriedade, que há um ano e meio ele já teve o dobro de animais. “Eles só não morreram porque eu os vendi antes”, afirma.
Os números superlativos do produtor resultaram também numa dívida bancária de R$ 1 milhão – destes, R$ 700 milhões com o BNB, segundo informações fornecidas por ele mesmo. Antônio da Volta afirma que com os preços atuais do farelo de soja, do milho e da torta de algodão, receber R$ 0,93 por litro de leite do Governo do Estado através do Programa do Leite seria, no mínimo, uma “piada de mau gosto”.
Com uma fração mínima dos trabalhadores que tinha até o ano passado, ele fala das dificuldades que os produtores têm hoje para conseguir alguém que receba R$ 50 reais pela diária. “São tantas bolsas, tantas facilidades, que o sujeito prefere fazer filhos para receber as bolsas do Governo Federal do que segurar no cabo da enxada”, ele desabafa Antônio da Volta.
A 15 km da fazenda de Antônio da Volta, em Santana do Matos, está a fazenda Timbaúba, hoje tocada por Amariles Borba de Albuquerque, resultado de uma divisão de 6 mil hectares em quatro propriedades. No centro de tudo isso está uma joia que já pertenceu a Aristófanes Fernandes, que dá nome ao Parque de Exposições em Parnamirim – um casarão em estilo espanhol, que apesar de machucado pelo tempo, ainda guarda a imponência de sua construção original.
Desde que o pai de Amariles, João Fragoso, sofreu um derrame, há quatro anos, é ela quem toca os negócios que incluíam, até o ano passado, 700 cabeças de gado. Até agora, ela ainda não teve coragem de recontar o rebanho, apesar de algum benefício trazido à propriedade por um açude com capacidade total para três milhões de metros cúbicos e que nunca secou. “Mas o problema aqui não é a água, é a comida para o gado”, lembra Amariles. E com um agravante: “Quando a saída é vender os animais, não tem quem compre ou, quando tem, eles oferecem valores aviltantes com prazos gigantescos”, afirma.
Embora tenha conseguido comprar algum milho da Conab com ajuda da cooperativa local, Amariles diz que nunca sequer ouvir falar no programa de distribuição de volumoso do Governo do Estado.
Para uma propriedade que já sediou os primeiros leilões de gado do Estado, originando a homenagem a Aristófanes Fernandes, que dá nome ao Parque de Exposições que sedia anualmente a Festa do Boi, a espera por dias melhores dá o tom da tragédia recorrente da seca. Aquela que acaba com as economias e auto estima dos produtores e liquida com a tradição centenária da luta do produtor no semiárido.
Por: Marcelo Holanda - Jornal de Hoje

PRAZO PARA MUNICÍPIOS ADEQUAREM CNPJ TERMINA DIA 28 DESTE MÊS DE FEVEREIRO

Termina no dia 28 de fevereiro, quinta-feira, o prazo para que os municípios promovam a adequação dos dados cadastrais dos seus respectivos “Número de Inscrição Principal” do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), de acordo com o § 4º do art. 2º da Instrução Normativa Conjunta da Receita Federal e Secretaria do Tesouro Nacional (STN) nº 1.257, de 08 de março de 2012. Segundo José Carlos Polo, especialista da CONAM – Consultoria em Administração Municipal, por se tratar de uma instrução normativa de abrangência nacional, todos os municípios brasileiros devem proceder às devidas adequações.
“No caso dos municípios deixarem de cumprir o prazo estipulado, não haverá uma penalidade, no sentido strictu sensu da palavra. O que ocorrerá é que a Receita irá promover as alterações de ofício, ou seja, por iniciativa e autoridade própria, atendendo aos interesses da sua administração”, diz o especialista. No entanto, para os municípios que se adequarem dentro do prazo, futuros e eventuais transtornos podem ser evitados.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

SECA MATA REBANHO E PRODUÇÃO DE LEITE E MEL DIMINUI NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE

A seca que perdura no interior do Rio Grande do Norte está prejudicando outras áreas de produção, além da agricultura e pecuária. Em Santana do Matos, Município distante 191 quilômetros de Natal, os produtores de leite sofrem com a mortandade das vacas, que está diminuindo a quantidade da produção e gerando prejuízos. Neste final de semana, uma equipe da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (FAERN) realizou uma expedição a cinco Municípios das regiões Central, Oeste e Seridó do Estado para constatar a gravidade da situação. O G1 acompanhou o trabalho. 
Abelhas 
A seca que assola o interior do Rio Grande do Norte também está prejudicando a apicultura. O criador de abelhas Raimundo Torres da Silva ainda não conseguiu produzir mel neste ano. Boa parte da renda com a qual ele sobrevive é retirada da apicultura, mas a atividade foi inviabilizada por causa da seca. 
A seca matou todos os cajueiros da propriedade de Raimundo, onde ele também cria vacas. “Eram vinte e um animais. Hoje, tenho só nove. O resto morreu sem água”, relatou. A estiagem também está causando prejuízo à produção de mel. Os cajueiros eram utilizados no processo produtivo, mas com a falta de chuvas, as árvores secaram e as abelhas foram embora da região. 
Do G1

JOSÉ ADÉCIO AFIRMA QUE GOVERNADORA VAI TER R$ 2 BILHÕES PARA GASTAR E GANHAR A ELEIÇÃO

Deputado José Adécio, acredita na reeleição de Rosalba
O Deputado Estadual José Adécio (DEM) disse nesta sexta-feira (22/02/2013) ao Jornal de Hoje, ao avaliar a administração Rosalba Ciarlini (DEM), que o governo receberá, nesses dois anos que restam, aproximadamente, R$ 2,6 bilhões, inclusive de dinheiro do Banco Mundial. Segundo ele, será verba suficiente para a Governadora reverter o quadro desfavorável e sair vitoriosa das urnas em 2014, quando deverá disputar a reeleição. 
Adécio recordou fato semelhante do primeiro governo Garibaldi Filho (1995/1999), quando o peemedebista vivia desgaste, vendeu a Cosern por 700 milhões de dólares e virou o jogo, dando um banho de obras no Estado, especialmente adutoras. Naquele momento, segundo Adécio, o Senador José Agripino era tido como Governador em férias e venceria Garibaldi com folga. No entanto, Garibaldi reverteu o favoritismo de Agripino e venceu a reeleição. 
“Eu me recordo que o governo Garibaldi, faltando dois anos para a sua conclusão, vivia uma crise semelhante ao governo Rosalba, quando se dizia que José Agripino estava eleito, era um Governador de férias. Inclusive eu tenho ouvido falar muito nessa história de Governador de férias e quando acontecem as eleições, quem estava de férias continua de férias”, disse Adécio, se referindo indiretamente a Garibaldi. 
Jornal de Hoje

CHARGE: PRETÉRITO DO FUTURO!

Charge de Paixão (Gazeta do Povo)

PROJETO DE LEI DESTINA MAIS RECURSOS DO FPM PARA PEQUENOS MUNICÍPIOS

O Projeto de Lei Complementar 211/12, do Deputado Federal Wilson Filho (PMDB-PB), prevê aumento de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para pequenos Municípios. A proposta aumenta o coeficiente mínimo de 0,6 para 1,0 para os Municípios com até 16.980 habitantes. 
“Sabemos que isso não fará falta alguma para os Municípios mais ricos, enquanto para os mais pobres representará mais de um terço do que atualmente recebem”, afirma o autor do PL. 
Segundo o parlamentar, são os Municípios mais pobres os mais afetados por uma distribuição, a seu ver, injusta por não participarem de fatias do “bolo tributário”. Os recursos dos Municípios são obtidos de acordo com uma tabela de coeficientes, calculada a partir do critério populacional, que começa com 0,6 e vai até 4,0.

CHUVAS NO SEMIÁRIDO DA REGIÃO NORDESTE OCORRERÃO EM CATEGORIAS ABAIXO DO NORMAL, APONTA EMPARN

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) anunciou nesta sexta-feira (22/02/2013) que, de acordo com análise e previsão das condições oceânicas e atmosféricas durante o mês de janeiro, as chuvas no semiárido no Nordeste brasileiro ocorrerão numa intensidade abaixo do normal. A realidade apresentada se dá em função da previsão de que não haverá mudança significativa no campo da temperatura da superfície do Oceano Atlântico.
O diagnóstico da atividade pluviométrica do Estado – aplicado para os meses de março, abril e maio – foi resultado da IV Reunião de Análise Climática para a região Nordeste do Brasil, que ocorreu na sede da Emparn nos dias 21 e 22 do corrente mês. Com a participação de meteorologistas dos Centros Estaduais de Meteorologia, diversos órgãos Municipais, e presença da Governadora Rosalba Ciarlini, a reunião proporcionou análise das condições regionais e globais de pluviometria nos oceanos e da atmosfera.
De acordo com o Gerente do Setor de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bistrot, devido a grande variabilidade temporal de incidência de chuvas, algumas regiões podem receber mais chuvas do que outras. “A discussão remeteu a uma previsão de chuvas abaixo do normal, devido à condição do Oceano Atlântico se apresentar em um padrão não favorável de chuvas. No interior do Rio Grande do Norte, a média prevista é de 700 milímetros. Nós esperamos que neste ano esse valor não seja atingido em média, devido a grande variabilidade temporal, prevalecendo algumas áreas que poderão receber mais chuvas que outras”, afirmou Gilmar.
Segundo o meteorologista, a mudança climática no Atlântico Sul vem se mantendo um “roteiro traçado” há alguns meses. “Em alguns momentos poderá haver concentração de boas chuvas e em outros momentos uma espécie de pouca chuva, condicionando a ocorrência de granitos, que pode prejudicar o desenvolvimento da aquicultura”, disse Gilmar Bistrot. “Entretanto, as condições analisadas ainda são melhores do que tivemos no último ano”, avaliou.
“É quase impossível de existir uma mudança significativa, pois observamos que o Atlântico Sul vem mantendo um comportamento parecido nos últimos meses. A temperatura esquenta e esfria constantemente e a tendência é que continue se apresentando dessa forma, como um roteiro já traçado”, disse.
A análise e previsão das condições oceânicas e atmosféricas apontaram que no Oceano Pacífico Equatorial há condições de neutralidade em termo de Temperatura da Superfície do Mar (TSM). De acordo com a maioria dos modelos de previsão apresentados pelos especialistas, a indicação é de que persista o padrão de neutralidade na temperatura das águas nos próximos meses.
No Oceano Atlântico Tropical Norte e próximo à costa da África, ressalta-se a presença de anomalias positivas de Temperatura da Superfície do Mar, com valores variando em 0,5ºC. No setor Sul do Oceano Atlântico, as anomalias de TSM ficaram com padrão entre normal e um pouco abaixo da média.
“É importante ressaltar que, tanto na região semiárida nordestina como na faixa leste litorânea tem como característica a alta variabilidade espacial e temporal nos índices pluviométricos. Com isso é de fundamental importância o acompanhamento das previsões de tempo de cada região e do monitoramento contínuo das condições oceânico-atmosféricas”, afirmou Gilmar. A próxima reunião de Análise Climática será realizada em Recife/PE, durante o mês de março.

SECA PODE DERRUBAR ATÉ MINISTRO

Deu na Coluna de Cláudio Humberto:
O Ministro Fernando Coelho (Integração) está na corda bamba.
A avaliação do seu desempenho, no Planalto, é muito ruim, assim como do subordinado Paes Landim, da Sudene, que viaja na seca.

EXPEDIÇÃO DA FAERN EXIBE A TRISTE REALIDADE DO CAMPO

Seca. Para muitas pessoas essa palavra ecoa distante e sem força. Para outras ela é sinônimo de perdas e desesperança de um futuro. Para o grupo de Jornalistas convidados pela Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (FAERN) para participarem da Expedição Retratos da Seca (que movimentou o interior potiguar no último final de semana) essa palavra é o alerta para se mobilizar toda a sociedade e os governantes.
Na viagem, iniciada na manhã da sexta-feira (22/02) e finalizada na tarde do domingo (24/02), os repórteres, fotógrafos e cinegrafistas de vários veículos de comunicação do Estado puderam observar a triste realidade de produtores rurais e de toda uma cadeia econômica que definha através do gosto amargo da seca no campo potiguar. “Com a expedição, pretendemos mostrar aos jornalistas a real dimensão desse terrível problema. Uma realidade que muitos tentam esconder em números frios de estatísticas e que a cada dia abala mais e mais a nossa economia e a produção rural”, ressaltou o Presidente da Faern, José Álvares Vieira.
Para o Presidente da Federação da Agricultura, o setor vive um grave momento e as visitas da expedição somente confirmaram o que já era esperado. “Além do gado, que está morrendo de fome e sede, observamos o desalento na face de nossos produtores. Observamos o seu descrédito com o futuro. E essa é uma realidade que não podemos aceitar de braços cruzados e dormir como se nada tivesse acontecendo” comentou Vieira.
Campos da morte
Durante os três dias de viagem, a equipe de Jornalistas visitou diversas propriedades espalhadas pelas zonas rurais dos Municípios de Lajes, Santana do Matos, Assu, Apodi, Pau dos Ferros e Caicó. Nesses locais, conversaram com diversos produtores e ouviram os relatos sobre a seca considerada a pior dos últimos 50 anos.
Fotografaram e filmaram os verdadeiros campos da morte do gado potiguar. Cemitérios a céu aberto onde diversas carcaças de bois e vacas apodrecem e aguardam as bicadas de velozes urubus. “Uma imagem chocante e que exibiu para todos nós a fragilidade do homem do campo com essa seca”, destacou o Jornalista Roberto Lucena, do Jornal Tribuna do Norte.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

RENAN NO FIO DA ESPADA

Circula pelo território livre da internet essa foto com os Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, respectivamente, Henrique Eduardo Alves e Renan, o Calheiros, com um militar em traje de gala empunhando a espada.

VEREADOR DE MOSSORÓ SILVEIRA JÚNIOR É ELEITO PRESIDENTE DA FECAM

A Federação das Câmaras do Rio Grande do Norte (Fecam) elegeu nesta segunda-feira (18/02/2013) o novo Presidente: o Vereador e Presidente da Câmara de Mossoró, Francisco Silveira Júnior (PSD). 
Silveirinha já ocupava o cargo de Vice Presidente da Fecam, inclusive com atuação destacada pelos parlamentares da região oeste por promover seminários legislativos e implantar projetos de modernização da Câmara de Mossoró no setor de informática e administrativo. 
Por Anna Ruth

ADVERSÁRIA DE HENRIQUE PARA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA SE QUEIMA NO PMDB

A Coluna do Cláudio Humberto lembrou que, isolada após disputar com Henrique Alves (PMDB-RN), a Deputada Rose de Freitas (ES) não vai apitar mais nada na Câmara. 
No PMDB, a avaliação é que ela se queimou ao enfrentar Henrique, que a ajudou a alcançar a Vice-Presidência da Casa. Rose poderá deixar o partido.

GOVERNADORES COLOCAM BOMA NO COLO DE HENRIQUE EDUARDO

Os Governadores empurrarão duas bombas no colo do novo Presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). 
Cobram a votação dos novos critérios de divisão do Fundo de Participação dos Estados e a redução dos juros devidos à União. A cobrança vai por carta, escrita pelo mineiro Antonio Anastasia. 
Por Felipe Patury

FOLHA DE SÃO PAULO APOSTA NA CANDIDATURA DE GARIBALDI AO GOVERNO DO RIO GRANDE DO NORTE

Por mais que o Ministro da Previdência, Garibaldi Filho, desconverse quando o assunto é a sua candidatura ao governo do Rio Grande do Norte nas eleições de 2014, a imprensa nacional aposta na expectativa. 
A Coluna Painel, da Folha de São Paulo destaca que o “Gari” deverá disputar o governo do Rio Grande do Norte. Na campanha, ele apoiará a candidatura da atual Deputada Federal Fátima Bezerra (PT-RN), que disputará o Senado. 
A chapa encabeçada pelo Ministro selará o rompimento com o DEM em seu Estado, uma cobrança da Presidente Dilma.
Confira a notícia da Folha de São Paulo, na Coluna Painel.  

COLA DE MEXILHÃO EVITA PARTOS PREMATUROS E MELHORA QUIMIOTERAPIA

Cientistas têm estudado os mexilhões há anos.E não apenas por conta de suas propriedades nutricionais ou aplicações culinárias, mas também por um interesse especial na cola natural que produzem, o que lhes dá uma notável capacidade de se manterem grudados nas rochas. 
O maior objetivo está nas aplicações da cola biológica na medicina. 
No final do ano passado, um grupo de pesquisadores do Canadá mostrou que a força de adesão dessa cola pode ser usada para reforçar as paredes dos vasos sanguíneos humanos. 
Agora, uma equipe da Universidade Northwestern (EUA) demonstrou que o material pode ser usado para o reparo de membrana amniótica e como polímeros para o transporte de medicamentos no tratamento de tumores. 
“A adesão dos mexilhões é um processo notável que envolve a secreção de uma proteína líquida que se endurece rapidamente na forma de um adesivo sólido e resistente à água,” disse Phillip B. Messersmith, Coordenador do estudo 
“Diversos aspectos desse processo natural nos inspiraram a desenvolver materiais sintéticos. Uma aplicação importante pode estar no reparo de tecidos do corpo humano, nos quais a água está presente e dificulta bastante as tentativas de tratamento,” completou.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

VILA ISABEL É A CAMPEÃ DO CARNAVAL DO RIO DE JANEIRO EM 2013

Do UOL – A Escola Unidos de Vila Isabel foi eleita a Campeã do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro em 2013. O resultado foi anunciado na tarde desta quarta-feira (13/02/2013) durante a apuração das notas dos desfiles das agremiações fluminenses, realizada na Marquês de Sapucaí. 
Este é o terceiro título da Eescola, o primeiro desde 2006. Com 299,7 pontos, a Escola terminou com três décimos à frente da Beija-Flor, a segunda colocada neste ano. 
O enredo da Vila Isabel falava sobre a figura do agricultor, a Vila Isabel foi a última a desfilar no Carnaval de 2013 no Rio de Janeiro. O enredo foi criado por Arlindo Cruz e Martinho da Vila, uma das principais figuras da agremiação. Com uma apresentação quase impecável, a Escola encerrou os desfiles do Grupo Especial aos gritos de “é campeão” vindos da arquibancada.

HENRIQUE ALVES TENTA CONTER DESAFETOS PARA ALINHAR CÂMARA AO PLANALTO

O Correio Braziliense informa que o recém-eleito Presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), terá de lidar com um rastro de descontentes dentro do próprio partido e na base aliada. 
Parte deles, fruto da movimentação pela Presidência da Câmara. Prova disso é o diagnóstico, feito por aliados peemdebistas, sobre a sucessão de denúncias surgidas contra Henrique, justamente na reta final da corrida pelo cargo. “Foi fogo amigo”, vaticinou um apoiador do peemedebista, já acostumado à convivência com rachaduras dentro do partido. “Henriquinho”, como é tratado pelos amigos, está longe de ser uma unanimidade dentro do PMDB, reconhece o aliado. 
A dedução tem seus motivos. Desde que assumiu o atual mandato, em 2011, Henrique se concentrou na disputa pela Presidência da Câmara. Acabou cultivando inimizades em troca de posições que beneficiariam a candidatura ao cargo, dentro e fora do PMDB.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

EXPEDIÇÃO RETRATOS DA SECA MOBILIZA FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA

Nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro, a Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern) irá promover uma caravana aos territórios mais afetados pela seca potiguar nesses últimos meses. A expedição intitulada “Retratos da Seca” percorrerá vários Municípios e mostrará para Jornalistas convidados a real situação dos produtores rurais. 
De acordo com o Presidente da Federação da Agricultura, José Álvares Vieira, a expedição começará pela zona rural da cidade de Lajes e terminará, no dia 24, com visitas a propriedades no Município de Santo Antônio. “Iremos visitar diversas localidades e mostraremos aos repórteres a situação da seca em nosso Estado. Serão três dias de muita estrada e conversas com produtores. Com isso, esperamos sensibilizar as nossas autoridades para o perigo real dessa seca”, explicou Vieira. 
A programação está agendada para começar na manhã da sexta-feira (22/02/2013), na cidade de Lajes. De lá, a caravana segue para a cidade de Ipanguaçu e logo depois para Assu. No segundo dia a expedição Retratos da Seca percorre a zona rural de Apodi e Pau dos Ferros. 
Problema generalizado 
No último dia (24/02/2013), a caravana da Faern e Jornalistas convidados segue para os destinos finais da expedição: Caicó e Santo Antônio. “Com esse roteiro, conseguiremos mapear as regiões mais atingidas pela estiagem e dar a nossa contribuição para amenizar esse grave problema que afeta desde o pequeno agricultor aos números de nossa economia”, finalizou o Presidente da Faern.
Por Paulo Correia (Assessoria do Sistema FAERN/SENAR)

PAULO DAVIM CRITICA AÇÃO DO GOVERNO DO RIO GRANDE DO NORTE EM RELAÇÃO À SECA

O Senador Paulo Davim (PV), ocupou a Tribuna do Senado Federal na tarde desta terça-feira (05/02/2013), para falar de um problema recorrente e que vem tirando o sono dos agricultores, familiares e pequenos pecuaristas do Rio Grande do Norte: a seca que persiste desde o ano passado e não dá sinais de trégua para quem vive no campo. 
Em determinado momento do discurso, Davim atentou para o fato de que o Governo Federal tem feito a sua parte, mas que ele entende que o Governo do Rio Grande do Norte está muito passivo: “A sensação que eu tenho, Sr. Presidente, é que o Governo do Rio Grande do Norte está mantendo uma postura passiva e de tão somente de expectação no que diz respeito a seca no meu Estado. E essa não é uma situação inusitada, entra ano e sai ano, o agricultor familiar e o pequeno pecuarista vive no assombro da falta de chuvas”.

HENRIQUE ALVES RECEBE HOMENAGEM DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS DO RIO GRANDE DO NORTE

O novo Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), foi homenageado pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte. O Deputado recebeu uma placa de gratidão e reconhecimento pelo trabalho dele em defesa da segurança pública, dos militares e da categoria dos agentes. A homenagem foi feita pela Presidente do SINDASP/RN, Wilma Batista da Silva. A advogada Kátia Nunes também participou da homenagem. 
Henrique Alves agradeceu a primeira homenagem recebida após assumir a Presidência da Câmara dos Deputados e reafirmou o compromisso dele com os direitos dos policiais, bombeiros e demais agentes de segurança pública.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

DESILUDIDO, TIRIRICA VAI ABANDONAR A POLÍTICA E QUER VOLTAR A SER PALHAÇO

Deputado mais votado no País em 2010, Tiririca (PR-SP) quer voltar a ser só palhaço. Desiludido com a política, ele disse à Folha que não disputará mais eleições e, findo seu mandato, em fevereiro de 2015, irá se desfiliar do PR. 
Na metade da legislatura, Tiririca, que se elegeu com a promessa de descobrir o que faz um Deputado, disse que já entendeu que “não dá para fazer muita coisa”. 
O desalento, no entanto, não é a razão para deixar o salário de R$ 26,7 mil, verba de gabinete de R$ 97.200 e direito a apresentar R$ 15 milhões em emendas. 
A justificativa é a falta de tempo para se dedicar ao que mais gosta: fazer shows (que lhe rendem mais dinheiro do que a Câmara). “Eu sou artista popular. Aqui me prende muito. A procura pelos shows é enorme e não dá para fazer”, afirma ele.

ESPAÇO WEB: “O INVEJOSO ENXERGA AS COISAS DE FORMA INJUSTA”

O vazio que, às vezes, existe no coração do ser humano é preenchido por sentimentos nem sempre saudáveis quando Deus é deixado em segundo plano. Um deles é a inveja, que atormenta todos, sem exceção. Uns mais, outros menos. Isso ocorre de acordo com a fragilidade de cada um. 
O invejoso enxerga as coisas de forma injusta. Por exemplo, “por que ele tem e eu não tenho”? Sendo assim, seu olhar cobiçador se volta para o que o outro tem, além de desvalorizar aquilo que ele próprio possui. 
Nessa situação, sem perceber, e gradativamente, o indivíduo estagna sua vida e perde suas próprias oportunidades de se desenvolver e crescer. Torna-se um mero intérprete da vida, sentindo tristeza, raiva e dor. Todos, provavelmente, conhecem esse conceito e, alguma vez, já classificaram alguém de invejoso. No entanto, em determinados momentos, aqueles que julgam são incapazes de lutar contra esse pecado. Deixam-se levar pela vaidade, “porque a boca fala do que coração está cheio” (Mt 12,34). São tão orgulhosos que não percebem este indesejável sentimento dentro de si mesmos. 
De outro lado, os invejados sofrem. O próprio Jesus foi atingido pela inveja dos outros antes de Sua morte. Os príncipes dos sacerdotes levaram o Filho de Deus à morte no Calvário (Mt 27,18). Também Paulo e Silas foram perseguidos por judeus, por proclamarem Jesus como rei (At 17,1-8). 
Como é possível observarmos, de algum modo, qualquer um é ferido por este mal. Contudo, há libertação com a ajuda de Deus. Mas algumas soluções primárias são necessárias: admitir a inveja a fim de reconhecer com maior facilidade situações que a causam; orar muito, pedindo ao Senhor a cura; ser precavido nas palavras, escolhendo o momento adequado para falar a determinadas pessoas sobre conquistas e realizações; ou pode-se, simplesmente, optar pelo silêncio. 
Quem ama o próximo deve superar a tentação da inveja, pois ela traz divisão à Igreja e a quaisquer relações sociais. Paulo ensinou: “Em um só Espírito fomos batizados todos nós para formar um só corpo…” e “… o corpo não consiste em um só membro, mas em muitos” (1Cor 12,13-14). 
“Quem ama o próximo deve superar a tentação da inveja.”

VENDA DE DIPLOMAS FALSIFICADOS…

Diplomas falsificados de nível superior estão sendo vendidos livremente na internet. A compra pode ser feita por qualquer pessoa – até mesmo por quem nunca cursou uma universidade. Os supostos comerciantes oferecem até certificados da área médica. Um diploma de Enfermagem, por exemplo, custa R$ 6 mil. 
Em diversos sites, falsificadores prometem entregar os diplomas de curso superior em prazos de até dez dias. Dizem também que o documento entregue terá um suposto reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) e será oficializado, com a publicação no Diário Oficial da União. 
Sem saber que se tratava de uma reportagem, um atendente do site Sucesso Corp (www.sucessocorp.com.br) explicou por telefone como funciona o esquema ilegal à Rádio Estadão. É preciso enviar documentos à faculdade indicada pelo negociador e pagar 60% do valor, como sinal. Por um diploma de Pedagogia, ele cobrou R$ 4,5 mil. 
“Tudo legalizado em 15 dias. Reconhecido e publicado”, afirmou. “Você vai escanear os documentos e mandar por e-mail para lá. Eles vão fazer o encaixe e mandar para o MEC. Em dois ou três dias, o MEC deu OK. Você faz 60%. Mais oito dias, sai a publicação e eu mando levar.” 
Identificando-se como Marcos, o atendente também disse que há a possibilidade de o comprador escolher a universidade pela qual o documento falso será emitido. “De repente, eu posso conseguir na (faculdade) que você pretende. Como posso conseguir outra”, disse. 
Fonte: Estadão

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

PMDB SUPER-PODEROSO


PMDB COMANDARÁ CÂMARA E SENADO ATÉ 2015

Com a vitória do Deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) para a Presidência da Câmara Federal, o PMDB terá pelos próximos dois anos o comando das duas Casas no Congresso Nacional. Na última sexta-feira (1º/02/2013), Renan Calheiros (PMDB-AL) foi eleito Presidente do Senado Federal. 
Com isso, o maior partido do País tem agora o primeiro, o segundo e o terceiro nomes na linha sucessória do País: Michel Temer, Vice-Presidente da República, Henrique Alves e Renan Calheiros respectivamente. 
Com 20 Senadores, o PMDB tem hoje a maior bancada no Senado. Na Câmara, a sigla tem o segundo maior número de Deputados, 81 ao todo, atrás apenas do PT, que tem 87 parlamentares. À frente das duas Casas, o partido irá comandar as votações do Congresso. 
No ano passado, o PMDB foi o maior vencedor das eleições municipais, com 1.041 Prefeitos eleitos entre os 5.568 Municípios onde houve disputa. Os peemedebistas têm ainda cinco Governadores (Maranhão, Rio de Janeiro, Rondônia, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso), sendo o terceiro em número de Governadores, atrás do PSDB, com oito, e PSB, com seis cada. 
Fonte: Agência Brasil

FÁBIO FARIA E HENRIQUE COMANDARÃO A CÂMARA FEDERAL

Os Deputados Potiguares Fábio Faria (PSD) e Henrique Eduardo comandarão a Câmara Federal no biênio 2013-2014. Henrique Presidirá a Câmara, já Fábio Faria é o Vice-Presidente. 
O Presidente da Câmara é o segundo na linha sucessória da Presidência da República, atrás apenas do Vice-Presidente. 
Caso a Presidente Dilma Rousseff ou o seu Vice se ausente do País, Henrique assumirá interinamente Presidência da República.

DEPUTADO HENRIQUE ALVES É APLAUDIDO DE PÉ PELA CÂMARA FEDERAL

Ao finalizar o seu discurso na Câmara Federal o Deputado Henrique Eduardo foi aplaudido de pé pelos colegas. 
Em suas palavras finais, Henrique destacou que o “fogo amigo” não destruirá o seu alicerce de luta, pois tem 42 anos aqui, conhece essa Casa, suas entranhas, qualidade, defeitos, somos o conjunto da sociedade brasileira nas suas facetas, seus sonhos, na sua esperança e no seu caráter. 
“Quem tem essa história é fazer ou fazer. Se Deus quiser, eu vou fazer, nós faremos juntos”, destacou o Deputado Federal.

FÁBIO FARIA ELEITO SEGUNDO VICE-PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Dois potiguares eleitos para a Mesa Diretora da Câmara Federal nesta segunda-feira (04/02/2013). O Deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB) é o novo Presidente e Fábio Faria, do PSD, assume a Segunda Vice-Presidência da Câmara dos Deputados. A votação eletrônica teve a presença de 497 parlamentares. O resultado foi em primeiro turno e Fábio Faria recebeu 251 votos. 
“Recebo com muita responsabilidade essa nova missão, reafirmo o compromisso de defender o fortalecimento da instituição e agradeço a cada um dos Deputados que me confiou a Segunda Vice-Presidência, especialmente ao nosso partido, PSD que represento com muito orgulho na Mesa Diretora”, disse Fábio Faria. 
Fábio está no segundo mandato e, aos 35 anos, é atualmente o mais jovem integrante da Mesa Diretora. Tem destacada atuação na Comissão de Turismo e Esportes e é presidente da Frente Parlamentar de Combate ao Crack. O deputado já liderou o PMN, partido ao qual pertencia anteriormente, é estava primeiro vice-líder do PSD até este mês. 
Esta é a primeira vez que o PSD tem espaço na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, sendo uma das mais novas legendas com representatividade no Congresso Nacional. “A candidatura de Fábio Faria foi definida democraticamente dentro da nossa bancada e nos envolvemos objetivamente na eleição do deputado, que representará muito bem o nosso partido”, disse o Líder Eduardo Sciarra, Deputado do Paraná.

HENRIQUE ALVES É ELEITO PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Exercendo seu 11º mandato de Deputado Federal, o Norteriograndense Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) foi eleito nesta segunda-feira (04/01/2013), com 271 votos, Presidente da Câmara Federal. O mandato termina em fevereiro de 2015 e ele ficará no cargo, portanto, até o final do atual mandato da Presidente Dilma Rousseff, que termina no fim de 2014. Favorito na disputa, Alves teve o apoio do PT e do governo. 
Henrique Eduardo Alves disputou a Presidência da Câmara com a colega de partido Rose de Freitas (PMDB-ES), que recebeu 47 votos, e com os Deputados Júlio Delgado (PSB-MG), que teve 165 votos, e Chico Alencar (PSOL-RJ), que obteve 11 votos. 
Com a escolha de Henrique Alves, o PMDB comandará Câmara e Senado pelos próximos dois anos. Na última sexta-feira (1º/02/2013), Renan Calheiros (PMDB-AL) foi eleito Presidente do Senado Federal. Alves substituirá o Deputado Marco Maia (PT-RS) no posto, tornando-se o segundo na linha de sucessão da Presidência da República, atrás apenas do Vice-Presidente da República. Ao deixar o cargo, Maia desejou "boa sorte" ao novo Presidente.

SUPERCOMPUTADOR DE US$ 1,6 BI VAI PENSAR COMO CÉREBRO HUMANO

É destaque na Revista Isto É que um grupo de pesquisadores internacionais garantiu um financiamento de US$ 1,6 bilhão para dar início ao Projeto Cérebro Humano (HBP, na sigla em inglês), que pretende construir um supercomputador capaz de pensar como uma pessoa. 
Pelos próximos dez anos, mais de 200 Cientistas de áreas diferentes do conhecimento, atuando em 80 instituições, vão tentar mapear as conexões cerebrais, buscando entender como elas desencadeiam emoções, pensamentos volitivos, e até como a consciência funciona. O supercomputador vai rodar um simulador multicamadas, progressivamente escalonado. 
Os integrantes do estudo equivalem a ambição e o escopo do HBP aos do Grande Colisor de Hádrons, da Cern – organização europeia de para pesquisa nuclear. O projeto, que os pesquisadores comparativamente definem como a “Cern do cérebro humano”, é uma iniciativa da Comissão Europeia e estará baseado em Lausanne, na Suíça. 
De acordo com os cientistas, o HBP vai construir novas plataformas para computação neuromórfica e neurorrobótica, o que permitirá o desenvolvimento de novos sistemas computacionais e robôs baseados na arquitetura e nos circuitos do cérebro. 
A intenção é reconstruir o cérebro humano pedaço por pedaço, e gradualmente levar esses componentes cognitivos para o supercomputador abrangente. “O suporte ao HBP é um passo crucial dado pela EC (Comissão Europeia) para possibilitar avanços no nosso entendimento de como o cérebro funciona”, avalia Torsten Wiesel, laureado no Nobel sueco.

HENRIQUE ALVES ESTIMA QUE TERÁ ENTRE 380 E 400 VOTOS

Josias de Souza lembra que o favorito na disputa pela presidência da Câmara, Henrique Alves desfilou seu otimismo num jantar de sábado, oferecido por Danilo Fortes (PMDB-CE), e num almoço de domingo, servido por Luís Pitiman (PMDB-DF). Gole vai, mordida vem, estimou que terá entre 380 e 400 votos. A votação é secreta. Juntos, os 16 partidos que formalizaram apoio a Henrique somam algo como 460 votos.

AUTORIZADO CONCURSO PARA 500 VAGAS DE ANALISTA NO INSS

Foi publicada na sexta-feira (1°/02/2013) no Diário Oficial da União a autorização para o novo concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Serão 500 vagas para Analista do Seguro Social, cargo que exige formação superior. No último concurso, realizado em 2008, só podiam concorrer à função graduados em serviço social com certificação do Ministério da Educação (MEC). 
A remuneração vigente para o cargo é de R$ 5.911, contabilizados aí o salário base, gratificação de atividade executiva, gratificação de desempenho e auxílio alimentação. 
O edital de abertura deve ser publicado em até seis meses. A última seleção para analista foi organizada pela Funrio. Já o último concurso promovido pelo INSS, o que foi realizado no ano passado para os cargos de técnico e perito, foi organizado pela Fundação Carlos Chagas.

FOLHA: HENRIQUE ALVES DEVE SE ELEGER COM APOIO DO PT E DA OPOSIÇÃO

Com os apoios do governo, da base aliada e da oposição, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) é favorito para ser eleito hoje Presidente da Câmara dos Deputados. 
A votação, secreta, deve sacramentar o comando peemedebista do Congresso, já que Renan Calheiros (AL) foi eleito Presidente do Senado. A candidatura de Henrique Alves tem apoio de 20 partidos, com a exceção das bancadas de PV, PSOL e PSB. Aliados dele previam margem folgada acima dos 257 votos necessários para se eleger em primeiro turno.

EDUARDO CUNHA É ELEITO LÍDER DO PMDB NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

O Deputado Eduardo Cunha (RJ) foi escolhido neste domingo (03/02/2013) como Líder do PMDB na Câmara Federal. Ele vai substituir Henrique Eduardo Alves (RN), candidato à Presidência da Casa. 
Cunha disputou a liderança com Sandro Mabel (GO) e Osmar Terra (RS). Ele foi eleito somente no segundo turno, com 46 votos, na disputa com Mabel – que teve 32 votos. Após ser eleito, Cunha disse que não haverá “submissão” ao governo, mas acrescentou que haverá “parceria, alinhamento, lealdade e correção”. 
O PMDB tem a segunda maior bancada da Casa, com 81 Deputados, atrás do PT, com 88 deputados. O PMDB é aliado do governo nas votações e a liderança é importante para articulação política do governo federal com o Congresso Nacional. 
O DEM também escolheu seu Líder neste domingo. Ronaldo Caiado (GO) obteve 22 votos vai liderar a bancada de 30 Deputados. A Liderança de Caiado foi obtida por meio de acordo. Mendonça Filho (PE), que também disputava o cargo, deverá ser o Líder em 2014.
G-1

domingo, 3 de fevereiro de 2013

DEPUTADO DO PSOL REGISTRA CANDIDATURA À PRESIDÊNCIA DA CÂMARA FEDERAL

O Deputado Chico Alencar (Psol-RJ) registrou nesta tarde deste domingo sua candidatura à Presidência da Câmara. O prazo para o registro de candidatos terminava às 22 horas deste domingo (03/02/2013). 
Os outros três candidatos são os Deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Júlio Delgado (PSB-MG) e Rose de Freitas (PMDB-ES). “A candidatura do Psol representa uma afirmação para o resgate da Câmara dos Deputados, para promover uma aproximação do Parlamento com a população, já que os Deputados estão aqui para representá-la. Ao mesmo tempo, para o povo brasileiro perceber a importância do Legislativo”, disse Chico Alencar.

DESENTENDIMENTO E INSATISFAÇÃO...

O que é que está acontecendo? Segundo informações de “Junior da Candinha” pessoas bastante ligadas à Prefeitura de Senador Eloi de Souza, comentam que o desentendimento e a insatisfação entre muitos correligionários do Prefeito Kerginaldo Medeiros de Araújo, é visível. 
Segundo elas, está acontecendo muitas críticas e aborrecimentos por parte de muita gente em razão de várias promessas que supostamente foram feitas na última campanha e que não estão sendo cumpridas, sem falar do descontentamento de alguns com a moral de outros e também por não serem ouvidas em nenhuma questão relacionadas ao grupo. Pois é, ao que tudo indica, o “Comandante-Mor” terá muita dificuldade para conter os ânimos dessa trupe que anda muito insatisfeita com o rumo que está sendo tomado na administração.

SEGURANÇA: NOVA FISCALIZAÇÃO PARA OS MOTOBOYS DE TODO O BRASIL

A partir desta sexta-feira (1º/02/2013), os mototaxistas e motofretistas – motociclistas que usam o veículo para levar pessoas e entregas – que não tiverem passado por curso de capacitação, não usarem colete com faixas reflexivas nem trafegarem usando antena corta-pipa e protetor de pernas podem ser multados pela fiscalização do trânsito. 
As determinações fazem parte de norma do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) com o objetivo de melhorar a segurança dos motociclistas profissionais e valem também para os mototaxistas. A regulamentação deveria entrar em vigor em agosto de 2012, mas foi adiada devido à pressão da categoria . A resolução é válida para todo o País. 
A partir desta sexta-feira, a Polícia Militar fiscaliza e o motociclista que não cumprir as regras está sujeito às penalidades e às medidas administrativas previstas nos Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que pode chegar à multa no valor de R$ 191,54, apreensão da motocicleta e até a suspensão da CNH, dependendo da infração cometida. O Município também fiscalizará os motoboys por meio do Departamento de Transportes Públicos (DTP), vinculado à Secretaria Municipal dos Transportes. 
Agência Brasil